Síndico profissional

Síndico Profissional

Planejamento e gestão.

Gestão eficaz, transparente e com os custos controlados e compatíveis pretendidos pelos condomínios.
Escutar, diagnosticar e resolver os problemas relacionados ao bem-estar e segurança dos moradores, respeitando a convenção e assembleias.

Processos de gestão do síndico profissional.

Síndico profissional no rio de janeiro.

Profissionalização da gestão interna.

Profissionalizar é implantar regras, métodos e gestão empresarial, fortalecer e preparar.
Isso requer escolhas e decisões certas para o cumprimento de novos objetivos, avaliando desempenho e resultados.
Conhecimento da convenção, regulamento interno e atas das assembleias do último ano.
Criar um canal adequado de comunicação com a Administração e moradores.

Rotinas administrativas.Rotina administrativa é formada por vários processos que acontecem de forma sistemática e que requerem conhecimento técnico, científico e domínio de tecnologias.

Indispensável organizar antes de iniciar os trabalhos, todos arquivos de documentos do condomínio: contratos em vigor, balancetes, documentos trabalhistas, Certidões de débito negativo de INSS, FGTS, tributos federais e municipais, Certificado digital, todas as plantas da edificação e todos os documentos que atendam a legislação em vigor. Com essa organização é que se obterá a maioria das informações necessárias a elaboração do plano.

Digitalização de documentos, para uma melhor segurança.
Mapear contratos, seguros e vencimentos.
Calendário de pagamentos.

Atendimento das terceirizadas, administradora, funcionários e condôminos.
Cronograma de reuniões:  além das assembleias ordinárias e extraordinárias, reuniões com os diversos conselhos e comissões devem ter seus períodos programados.
Isso pode facilitar as futuras deliberações nas reuniões formais, uma vez que os assuntos já são de conhecimento prévio.

Criar comissões.
Comissão de obras (Engenheiro, arquiteto, mestre de obras etc.)
Comissão de eventos (Disposição, criatividade e trabalho em grupo)
Comissão de licitação (Conselho fiscal será também consultivo)

Planejamento financeiro Revisar com detalhes a última previsão orçamentaria.
Revisar e avaliar a saúde financeira, revendo valores de contratos e seus benefícios, combate a inadimplência, verificar gastos ordinários e extraordinários para saber a real situação das contas, avaliação de novas formas de economia.

Combate a Inadimplência- Para reduzir a inadimplência é agir rapidamente e com rigor. Quanto mais rápida é realizada a cobrança, maior o êxito. Enviar e-mail ou um telefonema logo nos primeiros dias de atraso e se for o caso ingressar com a ação judicial que agora ficou muito rápido com o novo código de processo civil

Multas- serão divulgadas as regras de acordo com a convenção.
(Multas com imagem, quantidade de notificações, tempo de defesa etc.)

Contratos com terceirizadas.Pedir para os prestadores de serviços as certidões de quites com o INSS e FGTS dos funcionários, assim como uma cópia do contrato em vigor para revisão com o jurídico. Certificar-me de que a atual escala beneficia o condomínio e não o onera mais do que deve.
Analise das empresas terceirizadas.

Ações judiciais.Dar imediato conhecimento ao condomínio da existência de procedimento judicial ou administrativo.
(Inclusive trabalhistas): Se inteirar de processos e se preparar para representar o condomínio judicialmente.

Obras.Estar a par do que foi combinado anteriormente, fazer uma listagem de todas as necessidades do edifício e fazer uma escala de prioridades.

Funcionários.Conversar com os funcionários, é uma ótima maneira de abrir o canal de comunicação com os empregados. Dessa forma fica mais fácil conhecer as demandas e necessidades daqueles que trabalham com o condomínio.

Seguros e segurança.EPI -Verificar como andam os equipamentos de segurança.
Revisar e avaliar a saúde financeira, revendo valores de contratos e seus benefícios, combate a inadimplência, verificar gastos ordinários e extraordinários para saber a real situação das contas, avaliação de novas formas de economia.

Auto de Vistoria do Corpo de BombeirosAVCB esse documento é mais conhecido como Certificado de Aprovação do Corpo de Bombeiros.
Essa vistoria prova que o condomínio está em dia com diversas obrigações de segurança.

Atestado de brigada de incêndio em dia.
ART de para-raios: a medição ôhmica do aparelho deve ser feita anualmente por força de lei – é, aliás, um elemento importante para se receber seguro em caso de sinistro.
Laudo elétrico: documento que atesta boas condições das instalações elétricas do condomínio
Atestado de sistemas de combate ao incêndio: Itens de segurança como hidrantes, extintores, corrimãos, sinalização de emergência, portas corta-fogo, etc.
É importante frisar que a principal questão aqui não é financeira. Afinal, se o condomínio sofrer um sinistro, como um incêndio, além de colocar em risco todos os moradores, pode ter dificuldades para o recebimento do dinheiro do seguro por não estar com a documentação em dia.

LAUDO ESTRUTURAL

A vistoria técnica, também conhecida como AUTO-VISTORIA, é uma inspeção predial realizada por profissional legalmente habilitado, com objetivo de avaliar o estado geral da edificação no que diz respeito a sua conservação, estabilidade e segurança. O profissional atua como uma espécie de inspetor predial, fazendo um diagnóstico geral e recomendando, quando for o caso, exames complementares que poderão envolver profissionais com diferentes especializações ou a realização de obras quando detectadas falhas ou deficiências.

Basicamente, a auto vistoria se divide em três fases: realização da vistoria técnica predial; elaboração de laudo técnico e comunicação à Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro.
A Lei nº 6400/2013, no âmbito estadual, e a Lei Complementar nº 126/2013, no âmbito municipal, tornaram obrigatória a realização de vistorias técnicas periódicas pelos responsáveis por imóveis existentes no Município do Rio de Janeiro.

Planejamento do Roteiro de limpeza do condomínio

Limpeza com roteiro organizado poupa tempo e gastos.
Limpeza Diária -Limpeza Semanal -Limpeza Mensal.
Procedimentos de portaria.Definir responsabilidades e orientar a conduta dos profissionais da portaria.
Procedimentos de Manutenção.Memorial descritivo de equipamentos (referencias das maquinas, motores, interfones, equipamentos de vigilância.)
Plano de ações ou procedimentos (converte o conhecimento de um para outros indivíduos.)
Negociação e gerenciamento de conflitos. Solucionar conflitos que ocorrem no dia-a-dia do condomínio: discussões em assembleias, atritos entre moradores, desacato a funcionários, alteração de fachadas, etc.
Formar um Conselho de Mediação formado por moradores previamente eleitos.
Síndico profissional no rio de janeiro.
Síndico profissional no rio de janeiro.

Um plano bem elaborado não só destaca o trabalho do síndico com transparência e participação, mas principalmente beneficiará todos os que possuem seu patrimônio no empreendimento.

Síndico Profissional                                             Parceria síndico e administradora.

Síndico profissional